A casa caiu

A casa caiu

0 1890

Decidi esperar alguns dias até me pronunciar sobre o recente escândalo de corrupção na FIFA. Fiz isso até para saber mais sobre essa investigação e seus desdobramentos, que ainda estão longe de serem totalmente desvendados. Esse foi o primeiro escândalo (descoberto) na maior entidade do futebol mundial

No futebol, assim como em qualquer organização ou empresa que trabalha com muito dinheiro, estamos sempre passíveis de corrupção. Isso porque as pessoas são corruptas. Em qualquer lugar do mundo tem gente gananciosa e sem escrúpulo, isso não é exclusividade do Brasil.

O grande lance aí é a grana envolvendo as transmissões de tv das competições. É um negócio extremamente lucrativo e importante. A audiência de tv do futebol é enorme e custa caro para produzir, daí os contratos milionários e as propinas. Toda vez que o dinheiro troca de mãos, alguém recebe um a mais para “autorizar” que seja feito esse repasse de dinheiro. Vale lembrar que a maior parte da receita financeira da FIFA vem exatamente dos contratos de transmissão das competições.

Além disso existem mercados ligados a sede das copas. Obras, turismo, visibilidade internacional. Tudo que nós vimos de perto em 2014. Outra parte da briga começou aí, quando Rússia e Catar foram escolhidos como sede em detrimento dos Estados Unidos. Todos os 3 países com interesses comerciais e principalmente buscando crescimento do futebol em seu país. Não se iluda, esse “crescimento do futebol” é  interesse financeiro também, nada tem a ver com paixão pelo jogo. Os votos de cada federação tem o mesmo valor, então seja Brasil pentacampeão, ou seja Ilhas Fiji, que nunca disputou a Copa, o voto é igual. Daí as possibilidade de compras de votos para escolhas de sede. Parece realmente estranho se escolher o Catar, com nenhuma tradição no futebol e com altíssimas temperaturas durante os meses de realização da Copa, ao invés de escolher os Estados Unidos, que vem crescendo na prática e nos fãs da bola.

Depois de alguma pressão por parte da UEFA e de líderes do futebol europeu principalmente, Blatter renunciou. As ameaças de boicote a Copa e outras fizeram o atual mandatário desistir de um novo mandato. O que vai mudar? Nada. Como eu disse no começo, corruptos estão por todas as partes. Vamos trocar esses por outros e torcer para o futebol de verdade não ser prejudicado. Na verdade a renúncia dele só faz aumentar as suspeitas de que a galera lá estava realmente escondendo alguma coisa.

Que venha um novo um presidente, que tenha sucesso e que Deus o abençoe. Estamos precisando resgatar um pouco da magia original do futebol, aquela que não se encontra em contratos.

Aquele abraço
Fábio Marques

ARTIGOS SEMELHANTES

0 2474

0 2122